Fiscalização detecta ausência de enfermeiro em unidades de saúde do Nortão

Teste de Espaço de Anúncio

Vinte e três unidades de saúde e uma cadeia pública da região Norte de Mato Grosso estão sendo alvo da Força Regional de Fiscalização, realizada pelo Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso (Coren-MT), que encerra-se nesta quinta-feira (13).

A operação concentrada reúne quatro enfermeiros fiscais e dois conselheiros do Coren-MT. Eles vistoriam irregularidades relacionadas ao exercício da enfermagem que podem pôr em risco a assistência ao paciente.

Nesta quarta-feira (12) serão fiscalizados hospitais e unidades de saúde do município de Guarantã do Norte.

A operação começou na terça-feira (11), em Matupá, a 681 km da capital, onde foram vistoriados dois hospitais e quatro Unidades de Saúde da Família (USF).

Em Peixoto de Azevedo, a fiscalização passou por três USFs, um hospital e a Cadeia Pública do município.

Seis das unidades não contavam com enfermeiro em parte ou durante todo seu período de funcionamento.

Em alguns casos, em decorrência de afastamento por férias, demonstrando falta de planejamento e déficit de pessoal. A presença de enfermeiro é obrigatória.

A fiscalização levantou também problemas de má conservação nos prédios, como infiltrações e mofo, e medicamentos vencidos, entre eles o cloridrato de dopamina.

Também foram constatados casos de armazenamento e manipulação incorreta de remédios e falta de identificação de insumos.

Entre as unidades com mais problemas está o Hospital Regional de Peixoto de Azevedo, onde entre outras irregularidades, foi encontrado medicamentos vencidos.

Mais de 240 profissionais de enfermagem estão sendo contactados durante a ação.

As demandas de infra-estrutura e situações que extrapolam a competência do Coren-MT serão encaminhadas aos órgãos competentes.

Em 2019, o Coren-MT realizou operações do mesmo porte nos municípios de Barra do Garças e Rondonópolis.



Fonte: G1

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.