Pai dopa filha e a estupra por 6 dias até que vizinho escuta grito de socorro e age

Teste de Espaço de Anúncio
estupro paiaguás

O pai de uma adolescente de 17 anos, de Cuiabá, é suspeito de dopá-la, com medicamento, para depois estuprá-la. O caso veio à tona nesta segunda (27). A vítima começou a gritar por socorro e foi socorrida por um vizinho e pelo vigilante do condomínio Residencial Paiaguás, onde os envolvidos moram.

Quando a testemunha entrou no apartamento, o pai estava abraçando a filha por trás, impedindo que ela fugisse.

A vítima relatou que há uma semana estava sendo abusada sexualmente pelo pai e que os estupros chegavam a acontecer pelo menos cinco vezes ao dia, sem preservativo.

De acordo com relato da garota, na quarta (22), o pai, 43, lhe deu um remédio. Ela não soube explicar que medicamento era esse. Depois disso, perdeu os sentidos por um período e, quando acordou de madrugada, estava sem roupas e o pai fazia sexo oral nela. Percebeu que estava sentindo fortes dores na vagina.


A menina relata que, após esse primeiro abuso, iniciou-se uma série de estupros diários, de quarta até ontem.

Quando foi nesta segunda, o vizinho ouviu os gritos de socorro. A menina estava tentando fugir de mais um estupro do pai. Ela correu para o banheiro e gritou pedindo ajuda.

O suspeito conseguiu entrar no banheiro e agarrar a filha. Foi neste momento que a testemunha entrou e presenciou a cena. A vítima chorava muito. Quando notou que o vizinho estava dentro da casa, vendo toda a situação, o estuprador tentou fugir, mas foi impedido pelo porteiro do condomínio.

Eles chamaram a Polícia Militar, que prendeu o pai e o levou algemado à Central de Flagrantes. Na tarde desta terça, em audiência de custódia, o Judiciário vai definir se ele responderá pelo crime preso ou não.

Outro caso

A PM foi acionada para atender outro caso de abuso também na noite desta segunda no bairro Ribeirão do Lipa na Capital. O vizinho tirou a roupa e estava mostrando o pênis para uma criança de apenas 4 anos. A própria menina, que estava com atitudes estranhas, falou para mãe - ele tirou a roupa - e apontou o vizinho.

Assustada a mãe acionou a polícia que o prendeu.

O suspeito também passará por audiência de custódia nesta terça à tarde.

RDNews
Bárbara Sá

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.