Mulher é atacada por cobra ao se sentar no vaso sanitário

Teste de Espaço de Anúncio

Uma mulher foi picada por uma cobra ao sentar no vaso sanitário de sua casa na Tailândia e só conseguiu se livrar do animal a marteladas. O caso viralizou nas redes sociais depois da filha da vítima divulgar um texto no Facebook detalhando o caso no último domingo (12).

“Sobre a cobra no banheiro …”, é assim que começa o relato assustador de Chunya Sittiwichai que relata o susto familiar. “A minha mãe foi ao banheiro de casa, que fica em uma vila, não em uma floresta ou perto de matagais”, continua a história de deixar qualquer um de queixo caído.

Segundo Chunya, a sua mãe foi surpreendida pela cobra ao sentar no vaso sanitário. O animal se agarrou a coxa da mulher e enterrou as presas na perna. Quanto mais ela puxava, mais o réptil apertava.

A mulher começou a gritar para que a família a ajudasse e foi o filho dela que aparceu primeiro para socorrê-la. Ele tinha pavor de cobras, segundo o relato. Primeiro tentaram cortar o animal, sem sucesso por ser muito pegajoso.

Agora com toda a família reunida para resolver o problema, eles pegaram um martelo para golpear a cobra que, como escreve Chunya, apertava tanto a perna da mãe que ela começou a ficar fraca e ameaçou desmaiar.

Foi então que os irmãos entregaram o martelo para ela que, com as últimas forças, bateu várias vezes até que conseguiu se livrar das presas e foi resgatada. O irmão mais novo trancou a porta do banheiro com o animal dentro.

Enquanto o pai levava a mulher ao hospital, funcionários de uma fundação foram resgatar o animal da casa.

Ao finalizar o relato, Chunya dá um dica precisosa: sempre inspecionam o banheiro antes de usá-lo.

FONTERedeTV!

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.