Moradora de Rondônia procura familiares que permaneceram em Nonoai no final da década de 70

Teste de Espaço de Anúncio

Moradora de Rondônia procura familiares que permaneceram em Nonoai no final da década de 70
A gaúcha Geni Ferraz, que no final da década de 70 foi residir em Terra Nova – MT, está à procura dos familiares que permaneceram em Nonoai – RS. Segundo ela relata, por volta do ano de 1978, muitos agricultores moradores de Nonoai foram relocados pelo governo para o Estado do Mato Grosso em razão da questão indígena. “Eu tinha uns 13 pra 14 anos de idade e acabei fugindo com um homem para o Mato Grosso. Passados cinco anos ele me largou. Neste período morei em Sinop – MT, Cuiabá – MT, Porto Velho – Rondônia e Machadinho do Oeste – Rondônia”.

Geni, que atualmente tem 63 anos de idade é filha de Antônio Ferraz e Maria Ferreira Ferraz, tem cinco irmãs e quatro irmãos. Jair, Gentil, Valderi e Valdecir, Irací, Joraci, Geni, Jandira e Eni.

Geni atualmente reside com seu companheiro no município de Machadinho do Oeste – Rondônia e tem duas filhas.

O contato telefônico para informações é 69 9 9236 4730.


PN NOTICIAS

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.