Ator André D’Lucca relata que caiu em golpe no INSS em Cuiabá

Teste de Espaço de Anúncio
GOLPE .jpg



O ator André D'Lucca utilizou a página do Facebook nesta sexta-feira (17), para relatar que foi vítima de um golpe na região central de Cuiabá e teve seu celular furtado no prédio do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), na Avenida Getúlio Vargas.

Conhecido por interpretar a personagem Almerinda, o ator compartilhou com seus mais de 16 mil seguidores, que foi abordado em frente ao Banco do Brasil por um rapaz que teria pedido ajuda para tentar falar com uma servidora do INSS, pois sua mãe que reside em Sorriso (a 396 quilômetros de Cuiabá), está doente e precisava de dinheiro. André conta que já havia conhecido o suspeito há cerca de 3 anos, no entanto não imaginou que se tratava de um golpe.

"Ele perguntou se eu era o André e se lembrava dele. Eu lembrava sim. Então me pediu um favor. Disse que a mãe estava muito doente e precisava ligar urgente para uma funcionária do INSS que tinha que passar um dinheiro pra mãe dele e documentos. Emprestei o celular. Ele fez uma ligação e me devolveu: ela vai retornar pra você em 5 minutos. Eu disse que não podia esperar porque tinha que ir ao banco Itaú. Ele me seguiu pois disse que era muito importante a ligação, que ele iria viajar pra Sorriso", escreveu.

A funcionária então não retornou a ligação e o suspeito pediu para que André o acompanhasse até a sede do INSS, pois a situação dele era urgente. "Não era uma pessoa estranha, não é amigo, mas eu conheço. Então resolvi ajudar. Nunca passou pela minha cabeça que aquilo era um golpe".

Já na sede do INSS, André disse que o rapaz entrou em uma das salas e voltou dizendo que a moça não estava no escritório e pediu novamente o celular na tentativa de tentar localiza-la. "Pegou o celular e saiu andando rápido falando com alguém quando virou o corredor. Naquele momento caiu minha ficha. Corri abri as portas de todas as salas e nada dele. Os funcionários disseram que só essa semana três pessoas caíram nesse golpe dentro do prédio do INSS", afirma.

Os funcionários disseram que o suspeito pede o celular emprestado às vítimas com a desculpa de falar que a mãe está doente e desaparece. O prédio não tem câmeras, o que facilitaria para aplicação do golpe.

"Fui a delegacia e registrei o boletim. Uma hora depois minha irmã ligou e ele atendeu. Se apresentou como Bruno e disse que está a caminho de Sorriso, que tentou me devolver o celular mas eu já havia saído, disse que quando voltar de Sorriso ele devolve. Então minha irmã disse que eu estava na polícia e ele desligou e não atendeu mais".

D'Lucca compartilhou que o apelido dele é Digão e é conhecido no cenário LGBT cuiabano e está sempre acompanhado de um primo. "Já vi esse cara na Nuum, na Hot Spot, no Musiva e na Queen. Dizem que ele dá plantão na porta da Queen Club e fica horas parado olhando quem entra. To me sentindo um imbecil de cair nesse golpe. Por favor. Quem tiver alguma informação me ajude. Preciso localizar esse cara. Ele é super conhecido nas baladas. Todo mundo que falei sabe quem é. Me ajudem por favor".

Por: WELLYNGTON SOUZA/ HIPERNOTICIAS



Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.