CASO INTRIGANTE: Jovem é sequestrado e espancado até desmaiar por oito homens encapuzados em Várzea Grande

Teste de Espaço de Anúncio

Policiais Militares do 10º BPM foram acionados para se deslocarem até a Policlínica do Verdão, pois segundos a informação de uma enfermeira de plantão teria dado entrada naquela Unidade de Saúde um jovem bastante lesionado e que depois de medicado o mesmo relatou ter sido espancado por vários homens.

No local os militares depararam com a vítima identificada como Gabriel  que disse aos militares que por volts das 18 hs  estava na Rua Chile, bairro Mapim, em Várzea Grande, quando se aproximaram dois veículos VW Gol, sendo um com placa final 84, de onde desceu um homem negro, alto de barba que perguntou se o mesmo sabia de um local onde vendiam drogas na região .

A vítima Gabriel disse que não sabia e o suspeito continuou insistindo até que o convidou para entrar no veículo onde haviam três homens encapuzados.

O suspeito então teria dito que o levaria em locais conhecidos como pontos de vendas de entorpecentes, passando por diversos locais no bairro Tarumã permanecendo parados em frente dos locais por alguns por alguns instantes e como não aparecia ninguém iam para outro local.

A vítima continua relatando que depois retornaram a Rua Chile e logo em seguida se deslocaram até uma rua sem pavimentação asfáltica onde  estacionando os  veículos de onde desceram quatro homens de cada carro que iniciaram a sessão de agressões com um pedaço de pau e chutes.

Durante a sessão de espancamento os agressores mostravam fotos de dois indivíduos e perguntavam se a vítima conhecia e onde eles estavam até que um dos agressores disse “deixa, ele não vai falar mesmo” e abandonado o mesmo caído próximo a Rua Chile onde pediu socorro, sendo socorrido por um homem que trabalhava nas proximidades.

A vítima disse ainda que o homem que o socorreu conseguiu entrar em contato com seu amigo Antonio Alves que o levou até a Unidade de Saúde.

Os militares entram em contato com Antonio Alves e outros acompanhantes que se encontravam no local que foram orientados a se deslocarem até uma Delegacia de Polícia e registrarem o boletim de ocorrência.

A vítima disse ainda que além do homem negro um outro tinha uma tatuagem de um peixe no braço e que teria ouvido um ser chamado de “Stive”.
mt e noticias

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Tecnologia do Blogger.