Quadrilha invade garagem, furta 16 carros e causa prejuízo de R$ 350 mil em MT

Teste de Espaço de Anúncio
A loja fica na Avenida Dom Orlando Chaves, no Bairro da Manga, em Várzea Grande — Foto: Google Maps


Uma quadrilha invadiu uma garagem de uma empresa revendedora de veículos e furtou 16 carros na madrugada desta segunda-feira (21) em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. Segundo a Polícia Militar, três veículos foram localizados abandonados e outros 13 são procurados pelos policiais.

A loja fica na Avenida Dom Orlando Chaves, no Bairro da Manga. O empresário Judas Tadeu de Moraes, proprietário da loja, chamou a polícia e registrou boletim de ocorrência sobre o furto.

Os assaltantes quebraram os cadeados e retiraram o portão da empresa. De acordo com a polícia, os veículos estavam com a chave no contato.
Quadrilha abandonou alguns dos veículos furtados de garagem em Várzea Grande — Foto: Polícia Militar de Várzea Grande/Divulgação


Seis desses veículos passaram pela região de Jangada, a 82 km de Cuiabá. A suspeita é que eles foram levados para a fronteira de Mato Grosso com a Bolívia.

A empresa tinha circuito de câmeras de segurança, no entanto, o local passou por uma reforma há um mês e a loja não havia instalado novamente o sistema eletrônico.

Foram furtados automóveis de diversos modelos e marcas, como EcoSport, Uno, Corola, HB20, Logan, Strada, Gol, Pálio, Fox, Polo e outros.
Quadrilha abandonou alguns dos veículos furtados de garagem em Várzea Grande — Foto: Polícia Militar de Várzea Grande/Divulgação



Três deles foram abandonados pela quadrilha, sendo dois no bairro Parque Atalaia, em Cuiabá, e um perto da empresa.

A Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (DERRFVA) disse ao G1 que está responsável pelas investigações e uma equipe já está realizando as primeiras diligências para solução do caso.

Por: Denise Soares

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.