Pintor cai de prédio, morre e deixa quatro viúvas e 12 filhos

Teste de Espaço de Anúncio
Depois da morte do trabalhador, quatro mulheres foram ao necrotério do Hospital de Pronto-Socorro XXIII
Um homem morreu nesse domingo (13/10/2019) dois dias após cair do 2º andar de um prédio em Belo Horizonte. Depois da morte do trabalhador, quatro mulheres foram ao necrotério do Hospital de Pronto-Socorro XXIII. Todas elas eram esposas da vítima, que trabalhava como pintor de paredes.

Valter Lúcio de Andrade ainda tem uma ex-mulher, de seu primeiro casamento oficial, com quem teve quatro filhos. Com as atuais, ele foi pai de mais oito. “Ele teve a primeira esposa, mas estavam separados há muito tempo e continuaram amigos”, contou um primo da vítima, que preferiu não se identificar.

“Ele sempre inventava uma viagem ao interior para ficar uma semana com uma mulher e outra semana com outra. As duas mulheres que estão no necrotério acho que já sabiam uma da outra”, acredita o primo, que também contou que a queda aconteceu porque o pintor, que estava a seis metros do chão, não prendeu corretamente uma corda usada para trabalhar em altura. As informações são do jornal O Tempo.

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.