Adolescente agredido em escola volta a ser internado após passar mal em casa

Teste de Espaço de Anúncio

O adolescente, de 11 anos, voltou a ser internado no Hospital Regional, ontem, no final da tarde, após passar mal na residência onde mora com o pai. Ele recebeu alta hospitalar após passar por exames de tomografia, ontem. No entanto, começou sentir muitas dores na barriga e precisou ser levado novamente à unidade médica, onde segue e em observação.
Um familiar informou que o menino já retomou os movimento das mãos, das pernas e está até conseguindo andar com dificuldades. Ele foi agredido em uma escola municipal, localizada no centro de Sinop, na última segunda-feira.
O diretor da unidade escolar, Cláudio Delfino, informou, ontem, que está acompanhando toda a situação junto com a família. Dois dos adolescentes, de 12 e 13 anos, envolvidos no caso já foram suspensos e foi já aberto um procedimento disciplinar. “Os pais dos dois suspensos já foram chamados na escola. Outros alunos estão em análise para definir se serão penalizados também. Estamos cumprindo o regimento interno da escola. A Polícia Civil e Ministério Público também foram acionados para acompanhar o caso”, afirmou Delfino, anteriormente, ao Só Notícias.
A versão investigada é que o menor foi agredido com tapas por outros adolescentes durante uma suposta brincadeira, acabou desmaiando e caindo. O Corpo de Bombeiros foi acionado e fez o encaminhamento dele inconsciente ao hospital.
Outro lado
Por nota, a secretaria de Educação, Esporte e Cultura informou que acompanha o caso do estudante, que foi encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e, posteriormente, Hospital Regional, após passar mal na escola em decorrência de uma lesão corporal praticada por outros alunos da instituição.
O fato foi registrado por volta das às 11h20. Ele estava no pátio da escola e seguia para a área externa indo ao encontro do ônibus do transporte escolar. Conforme apurou a direção da unidade escolar, a lesão teria ocorrido em função de uma suposta brincadeira envolvendo um grupo de alunos. A secretaria reiterou que duas crianças estão diretamente envolvidas no caso, acompanha a internação do menino e está prestando suporte necessário.
Um boletim de ocorrência de natureza “lesão corporal” foi registrado juntamente à Polícia Civil pela direção da unidade escolar para fins de encaminhamentos judiciais. O Ministério Público também foi informado da situação.

Fonte: 


Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.