Ex-vereador e mais duas pessoas morrem após caminhonete cair no rio

Teste de Espaço de Anúncio

O servidor público e ex-vereador Luiz da Guia Alcântara e outras duas pessoas morreram, na manhã desta segunda-feira (12), na BR-070, próximo a Cáceres, após o veículo em que eles estavam, uma Duster, bater em um barranco e cair em uma das vazões do Rio Paraguai. Em menos de 24 horas, foram seis mortes registradas na mesma rodovia.

Segundo as informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente foi registrado nesta manhã, no km 737 da rodovia federal. O Renault Duster seguia pela BR-070, quando saiu da pista, colidiu em um barranco e caiu na água da vazão do Rio Paraguai. O veículo submergiu logo em seguida.

No local, foram confirmados três óbitos, sendo Luiz da Guia Alcântara; Rosenildo do Espírito Santo Bragantini e mais uma ainda não identificado. Um homem também foi socorrido em estado grave.

Outro acidente

Um grave acidente entre um Celta e uma Zafira deixou três pessoas mortas, no domingo (11), na BR-070, próximo a General Carneiro (455 quilômetros de Cuiabá). Uma das vítimas foi a óbito no local e outras duas no hospital. A colisão foi frontal e dois ficaram em estado grave.

Segundo as informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a colisão frontal entre os dois veículos foi registrado no km 91 da rodovia federal. Os dois carros foram parar fora da pista, em razão da batida.

Uma passageira do veículo Celta, identificada como Eva Pereira, foi a óbito ainda no local. Outras duas pessoas deste mesmo carro foram encaminhadas em estado grave para o hospital, sendo que uma não resistiu aos ferimentos. A outra continua em situação delicada.

Na Zafira, duas pessoas ficaram feridas em estado grave, sendo que uma morreu após dar entrada no hospital e a outra permanece em estado delicado. Dois ocupantes saíram ilesos e um com ferimentos leves.

Wesley Santiago, Olhar Direto

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.