Caseiro de fazenda é morto mulher segura corpo 15 dias dentro da casa na área rural em Novo Progresso

Teste de Espaço de Anúncio

O caso aconteceu em uma fazenda na vicinal Marajoara, distante 70 km da cidade de Novo Progresso.
Nesta quinta-feira(27) o dono da fazenda esteve na propriedade e ficou surpreso com o que viu.

Segundo o proprietário que preferiu não se identificar, ao chegar na fazenda com alimentos para os trabalhadores, deu de encontro com o cadáver enrolado na lona plástica dentro da casa dos caseiros.

Conforme relatos da esposa do morto (dona. Maria) -para policia- o esposo foi morto a tiros na sua frente há 15 dias, por outro trabalhador da fazenda, que após matar o marido se evadiu do local. Maria então preferiu enrolar o cadáver e deixa-lo no dentro de casa , enrolou no plástico para diminuir  mal cheiro, ela alegou a distancia e não ter vizinhos e como se locomover,disse.

O dono da fazenda Santo Antonio, relatou a policia que o casal trabalhava com ele, cuidava nos animais e cultivava a terra, que o esposo de Maria, era conhecido por Tatú.

A polícia Militar e civil saíram em diligencia ainda na tarde desta quinta-feira (27) até o local para remover o corpo, onde vai passar por corpo delito e pericia externa.



Adécio Piran l Folha do Progresso

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.