Vereador é preso por desacato, ao agredir esposa, tentar dar paulada em PM e fugir

Teste de Espaço de Anúncio
D�nis Regional
Esposa de Dênis estava no trabalho e chamou a PM, depois que ele chegou enciumado

Dênis Antônio Maciel, 40 anos, conhecido como Dênis Regional, vereador pela sigla Avante em Cáceres (a 234 km de Cuiabá), se envolveu em um caso de agressão. Ele foi preso nesta sexta (8) - pleno Dia Internacional da Mulher - acusado de agredir a esposa, Flávia de Fátima Matias Vanini, 36. Ela estava no serviço, no Sesc, e, enciumado, o marido foi até lá, após enviar mensagens demonstrando desconfiar da conduta dela. No meio de alunos, arrancou, a força, o celular das mãos dela, de acordo com o boletim da Polícia Militar.

 

O BO diz ainda que, depois de tomar o celular, o vereador disparou xingamentos contra a mulher. "Sem vergonha, vagabunda, entre outros".

 

Neste momento, ela avisou que chamaria a polícia e ele disse que podia chamar, continuando a agredi-la verbalmente.

 

A vítima ameaçou sair rumo à delegacia para registrar a ocorrência, mas Dênis não teria deixado que saísse.

 

A PM afirma que, ao chegar ao local da ocorrência, encontrou marido e mulher na porta do Sesc e disse que seriam levados à Central de Flagrantes, para o devido registro dos fatos.

 

A mulher de imediato aceitou, mas o vereador não. Não quis ir nem na viatura e nem em veículo prórpio. Disse ainda que só iria a força. Policiais então deram ordem de prisão por desobediência. O verador "saiu correndo pelo pátio externo do Sesc", sendo acompanhado pelos PMs e, ao perceber que estava cercado, pegou um pedaço de madeira, ameaçando agredir os militares. Com muito custo, ele soltou a madeira, mas insistiu na fuga, acabando detido, algemado e levado à delegacia.

 

O  RDNEUS tentou falar com a vítima, mas o celular dela, disponível em BO, estava desligado. Tentou também ouvir o vereador, mas da mesma forma não conseguiu fazer contato.

RD News 

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.