Quadrilha que planejava matar até policiais é capturada em ação conjunta; 2 são de Sorriso

Teste de Espaço de Anúncio

policia militar
Uma organização criminosa que planejava executar diversas pessoas, incluindo policiais que prenderam membros da facção criminosa Comando Vermelho (CV), foi capturada após uma ação integrada das Polícias Militar de Sorriso e Barra do Bugres. Doze pessoas foram detidas, das quais duas residiam na Capital do Agronegócio.



O comandante da Polícia Militar de Sorriso, o major Jorge Almeida, informou que as informações iniciais foram levantadas pelo Serviço de Inteligência local. Elas foram repassadas ao comando da PM de Barra do Bugres, que seguiu com o levantamento e efetuou a prisão dos suspeitos na última segunda-feira (11).



Conforme o major, algumas das pessoas detidas são de Sorriso e Feliz Natal, onde praticavam tráfico de drogas, homicídios e roubos, além de atuarem em Nova Ubiratã e Sinop e agirem como membros de uma quadrilha de Barra do Bugres, Nova Olímpia e região. 



A quadrilha planeja uma chacina em Barra do Bugres contra pessoas que cometeram crimes e até de membros da força de segurança pública, que prenderam membros do CV. “Graças a integração da Polícia Militar tirou de circulação esses criminosos. Agora cabe a Polícia Civil investigar sobre as pessoas que estavam com nomes nas listas. Dois moram aqui em Sorriso r são bem conhecidos da Polícia Militar e faziam muitos crimes aqui e na região, principalmente o tráfico de entorpecentes”.



Operação Veranum

Os suspeitos foram capturados na operação “Veranum". Com os suspeitos foram encontrados uma pistola Glock 9mm (com 14 munições), um revólver calibre 38 (com 9 munições), 62 porções medias de substância análoga à cocaína, 33 porções de pasta base de cocaína, uma porção de maconha e grande quantidade em dinheiro.





FONTE: PORTAL SORRISO MT

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.