Produtores acusam índios queimar ponte para sabotar escoamento de safra

Teste de Espaço de Anúncio

Produtores rurais do município Brasnorte (585km de Cuiabá) acusam índios de atear fogo em ponte da região para sabotar o escoamento da safra local.

Em vídeo divulgado neste domingo (24), o proprietário de uma fazenda na região mostra uma ponte de madeira queimada sobre o Rio Membeca.

Na gravação, o produtor, que se identifica como Agnaldo, afirma que a atitude dos indígenas se deve a um projeto de aumento de reserva que “caiu”. Seria a decisão do Governo Federal, que suspendeu a ampliação da Terra Indígena Manoki. 
“Acabou a produção rural do outro lado, como é que vai ser retirado a soja, o milho ou algodão? Como é que vai tirar o gado?”, indaga o produtor revoltado.

Ele ainda afirma ser uma vergonha para o país o fato de índios vetarem a produção rural.

A área é disputada desde 1968, quando o foi criada a terra indígena por decreto presidencial. Os produtores rurais dizem que estavam estáveis e produzindo na região desde antes da demarcação. A rixa está na Justiça.

 

Repórter MT 


Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.