Loja de carros de luxo amanhece fechada e clientes vão à polícia

Teste de Espaço de Anúncio

Um empresário do ramo automobilístico, identificado apenas como Marcelo, está sendo acusado de estelionato por clientes que foram até a loja de carros SportCar, nesta quinta-feira (28), e encontraram o estabelecimento fechado.

A loja, localizada na Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá, é especializada em carros de luxo. No entanto, hoje, no meio da manhã, passou a ser desmontada (veja vídeo no final da matéria).


O LIVRE teve aceso a dois boletins de ocorrência, registrados por duas possíveis vítimas da loja. Uma teria vendido uma Land Rover avaliada em R$ 195 mil e, a outra, vendido um Camaro avaliado em R$ 125 mil ao empresário – e não teriam recebido o valor combinado.

Segundo a vítima Nayara Melo, o empresário comprava carros esportivos usados e revendia no sistema de consignação. Ela vendeu um Camaro e não teria recebido todo o valor da negociação. Ela encontrou o veículo no município de Primavera do Leste (250 km de Cuiabá), e registrou um boletim de ocorrência no município também. Ela explica que Marcelo já teria vendido o Camaro para um terceiro, sem ter finalizado o pagamento para ela.

“Não tenho autorização para revelar o nome de possíveis outras vítimas, mas são pessoas conhecidas. Sei que uma delas cobra, possivelmente, um dívida de R$ 8 milhões desse empresário, que parece ter desaparecido”, disse.

Há ainda uma terceira possível vítima, que pediu para não ser identificada. É uma mulher que teria vendido ao empresário uma Range Rover Avelar, avaliada em R$ 420 mil, e também estaria sem receber o valor integral pela venda.

A denúncia é de que Marcelo não repassava o valor total para o dono do veículo e também não entregava a documentação para o comprador final.

A loja amanheceu fechada e sem os carros que estavam expostos. Até o momento não se sabe onde os carros estão. A loja SportCar estaria no nome da esposa de Marcelo.

O LIVRE tentou ouvir o casal, mas os telefones celulares dos dois estavam desligados. O espaço está aberto para manifestações.

A Polícia Civil deve investigar o caso.


O Livre

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.