Investigadora de polícia tem casa invadida, é sequestrada e morta em MT

Teste de Espaço de Anúncio
Márcia Regina de Matos Silva, 59 anos — Foto: Polícia Civil-MT/Assessoria
Márcia Regina de Matos Silva, 59 anos — Foto: Polícia Civil-MT/Assessoria


Uma investigadora da Polícia Civil, de 59 anos, foi sequestrada e morta, na sexta-feira (22), em Ribeirão Cascalheira, a 893 km de Cuiabá. De acordo com informações da polícia, Márcia Regina de Matos Silva estava na casa dela, em uma região de chácaras, quando foi abordada pelos suspeitos.

Ainda segundo a polícia, até o momento, as informações dão conta que um grupo estaria fazendo uma série de assaltos na região onde a investigadora morava, até que chegaram na casa dela.

A vítima foi levada pelos assaltantes, junto com o carro e as armas que tinha em casa. Eles teriam encontrado a carteira funcional da servidora e descoberto que era policial.

O corpo da investigadora foi encontrado próximo à BR-158, entre Ribeirão Cascalheira e Querência, a cerca de 60 km de onde foi levada, ao lado do carro dela, que foi abandonado. A polícia ainda vai apurar as hipóteses do caso.

Nenhum suspeito foi localizado até o momento.

A servidora é natural de Barra do Garças e se tinha previsão de se aposentar em três meses.

RIBEIRÃO CASCALHEIRA
G1 MT

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.