Idosa de 92 anos é estuprada e morre dentro de casa

Teste de Espaço de Anúncio
Idosa de 92 anos é estuprada e morre dentro de casa

Uma idosa de 92 anos morreu ao ser estuprada por um homem que invadiu a sua residência, na manhã de domingo (17), no bairro Jardim Paraná, em Nobres (a 146 km de Cuiabá).

Um filho da vítima relatou que, por volta das 6h de domingo, foi à casa da idosa, que é sua vizinha, e a encontrou caída no chão do local. Ele disse que a mãe havia sido espancada e estuprada.

De acordo com o boletim de ocorrência, mesmo lesionada, a vítima relatou que o autor do crime foi um rapaz "meio forte, de estatura meio baixa e de cor morena". Conforme a PM, o suspeito passou mais de duas horas na casa da idosa.

A vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel e Urgência (Samu) e levada a um hospital da região. Ela foi atendida por um médico plantonista, que relatou que o estado de saúde dela era grave. Horas após dar entrada na unidade de saúde, ela não resistiu aos ferimentos e morreu.

Conforme a PM, o suspeito deixou o chinelo na casa da vítima. Os militares fizeram buscas nas proximidades da residência da idosa e localizaram o homem, conhecido como "Pacu". Ele tem anotações criminais e usava tornozeleira eletrônica no momento em que foi detido, em uma chácara às margens do Rio Cuiabá, em uma região denominada Pindura.

Segundo a PM, o suspeito estava descalço e o chinelo encontrado na casa da vítima serviu no pé dele. O homem negou o crime. Porém, na delegacia, ao ser detido, o filho da vítima disse que o homem havia feito serviço de pintura na casa da vítima, anteriormente.

O suspeito foi preso em flagrante. Ele permanece detido e deve passar por audiência de custódia nesta segunda (18).
RD NEWS

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.