Com decisão judicial, família luta por vaga em UTI para criança de 1 ano que ingeriu soda cáustica em MT

Teste de Espaço de Anúncio
Liminar atende a pedido da Defensoria Pública — Foto: Divulgação
Liminar atende a pedido da Defensoria Pública — Foto: Divulgação
A Justiça determinou ao governo do estado para que providencie uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para uma menina de 1 ano e meio que ingeriu soda cáustica e está internada em Água Boa, a 736 km de Cuiabá.

A decisão liminar foi proferida na sexta-feira (15) pelo juiz Jean Louis Maia Dias atendendo a pedido da Defensoria Pública Estadual.

Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) informou que já foi notificado da decisão e busca encaminhamentos junto ao SUS.

Segundo a Defensoria Pública, a menina sofreu queimaduras, (internas e externas) na boca, no esôfago e estômago, o que a impossibilita de se alimentar.

Por causa dos ferimentos, a criança não se alimenta desde a quinta-feira (14).

O receio da equipe médica que atende a criança é que, sem a devida intervenção e tratamento, os ferimentos cicatrizem sozinhos e colem os dois lados do esôfago da criança.

A defensoria solicitou um orçamento a um hospital de Goiás e estuda pedir o bloqueio de bens do estado para conseguir a transferência. A unidade, entretanto, também está lotada.


G1MT

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.