Polícia encontra corpo de professora ás margens da MT-249

Teste de Espaço de Anúncio
Reprodução
Cuiabá, MT - Daffiny Delgado
O corpo da professora Rosangela Silva, de 32 anos, foi encontrado no final da tarde de quinta-feira (08), em avançado estado de decomposição, em um matagal ás margens da MT-249, nas proximidades do município de Nova Mutum.

De acordo com a Polícia Civil, investigadores passavam próximo a ponte do rio Arinos, quando sentiram um forte odor e resolveram verificar.

O cadáver da educadora foi achada em meio a lixos domésticos, sendo papelão e sacolas plásticas. As informações são de que familiares da vítima estiveram no local, reconheceram as roupas de Rosangela.

A Perícia Oficial Técnica (Politec) foi acionada e encaminhou o corpo para o Instituto Médico Legal (IML) para exames de necropsia.

Devido ao estado do cadáver, ainda não foi divulgado as causas da morte da professora.

Rosangela estava desaparecida há pelo menos 13 dias. A última vez em que foi vista, estava entrando no veículo do ex-namorado Alessandro Lautenschleger, de 31 anos, que vem sendo apontado como o autor da morte da educadora.

O suspeito foi preso no dia 30 de janeiro, em Foz do Iguaçu (PR). Ele foi interrogado pela Polícia Civil paranaense, mas se manteve em silencio sobre o então, desaparecimento da professora.

Ele deverá ser transferido para Mato Grosso, onde as investigações do caso senguem realizadas pela Polícia Civil como feminicídio.

Gazeta MT

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.