Homem acaba pagando o próprio assassinato; mulher dizia ser parcelas de um seguro

Teste de Espaço de Anúncio
EE
Danielle Reis e o marido Geraldo Jamil Siman Moreira
Na manhã desta quarta-feira (20), Danielle Reis de Souza Siman, 36 anos, foi presa pela Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DPHH), acusada de planejar e encomendar a morte do marido Geraldo Jamil Siman Moreira, 51 anos. A mulher teria tido apoio do amante Gabriel Brito Gabiato Pires, de 18 anos, e de mais duas pessoas.



De acordo com a delegada Eliane da Silva Moraes, a mulher pagou, em parcelas, o valor de R$ 15 mil o assassinato do empresário. Danielle afirmava para o seu conjugue que precisava do dinheiro para pagar um seguro de vida. Sem saber de nada, a vítima acabou pagando pela sua própria execução.



As investigações dão conta que a mulher planejou a morte do marido há cerca de dois anos, período que ela mantinha um relacionamento extraconjugal com o amante de 18 anos. “Ela se passava de sofrida para Gabriel, alimentando raiva pela vítima. Danielle influenciou diretamente na morto do marido”, disse a delegada ao "O Bom da Notícia".



Três pessoas foram presas. Além de Danielle e Gabriel, a polícia prendeu Atailson Espírito Santo, 27 anos, que pilotava a motocicleta que conduziu o executor dos disparos. O piloto e o executor ficaram dois dias de tocaia em uma casa abandonada, ao lado da residência da vítima, esperando o momento certo para assassiná-lo.

No dia 17 de janeiro, a vítima, que tinha o costume de sair bem cedo de casa, se atrasou e o plano foi adiado. No dia seguinte, 18 de janeiro, a vítima saiu às 5 horas da manhã, horário de costume e foi morta com três tiros na cabeça.

Segundo a delegada, outras cinco pessoas estão envolvidas no homicídio e estão sendo procurados.



Depoimento



Daniella disse que sofria constantemente agressões físicas do marido e que um de seus dois filhos era fruto de estupro praticado pelo esposo,. O segundo filho teria sido fruto de abuso por conta de seu estado de embriaguez.



Ela também falava ao amante que não mantinha relações sexuais com o marido. A delegada ressaltou que as investigações são contundentes sobre sua influência para o cometimento do crime. Conforme a delegada, provas materiais depõem também contra a mulher.



Imagens de câmeras de segurança registraram o momento em que o comerciante Geraldo.


EE
GABRIEL AMANTE DE DANIELLA

rr
FORAGIDO - 197
Por: Rafael Medeiros - O Bom da Notícia

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.