Após ser chamado de "viado", homem mata namorado em MT

Teste de Espaço de Anúncio
morte-picareta.jpg

Vanderlei Cordeiro Monteiro, de 55 anos, foi preso após matar um homem a golpes de picareta na cabeça e enterrar o corpo no quintal de casa no bairro Dona Fiúca, em Rondonópolis (218 km de Cuiabá). O crime ocorreu há 10 dias, no entanto o corpo foi localizado na tarde de quarta-feira (27).

 

As informações da Polícia Civil são de que vítima identificada preliminarmente como “Alisson” teve uma relação sexual com o suspeito e depois foi morta.

 

O caso é investigado pelo delegado Thiago Damasceno que recebeu o depoimento do suspeito. De acordo com Vanderlei, a vítima é do estado de Maranhão.

 

Conta o suspeito que conheceu Alisson há 10 dias em uma farmácia e o convidou para ir até sua casa. Lá, eles se envolveram sexualmente, tomaram banho e dormiram na mesma cama.

 

Ao despertarem, o suspeito disse que iria fazer café, quando a vítima passou a humilhá-lo, dizendo que ele seria “viado frouxo, bucho quebrado”.

 

Enfurecido, o suspeito jogou água que estava fervendo na vítima que reagiu pegando uma faca de serra. Na luta corporal, Vanderlei se armou com uma picareta, que estava guardada no banheiro e golpeou a vítima três vezes. Um dos golpes atingiu a cabeça.

 

O crime teria ocorrido por volta da 00h30 e, ao perceber que os cachorros queriam lamber o sangue da vítima, resolveu limpar tudo enterrando o homem no quintal de sua casa.

 

Ao delegado, o suspeito disse que não está arrependido pois se sentiu humilhado pela vítima.

 

Diante do caso, Vanderlei teve a prisão decretada.

Folha Mak

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.