Agricultor se entrega à polícia e confessa ter assassinado engenheiro em Mato Grosso

Teste de Espaço de Anúncio
Silas (no detalhe) foi morto na última segunda-feira dentro de uma lanchonete.
O agricultor Paulo Faruk, que matou com tiros na cabeça o engenheiro agrônomo Silas Henrique Palmieri Maia (33 anos), se entregou à Polícia Civil de Juara (600 km de Cuiabá) na manhã de quinta-feira (21).

Ele confessou ter sido autor do homicídio, na segunda-feira (18), dentro de uma lanchonete no município de Porto dos Gaúchos (720 km da Capital), registrado por câmeras de segurança.

Segundo o delegado de Sinop, Carlos Henrique Engelmann, disse que matou a vítima porque ela estaria invadindo sua propriedade rural e o pressionando diante de uma dívida referente à produção da safra 2018/19.

Paulo negou ter planejado o crime. Ele ainda revelou que ao ver Silas na lanchonete resolveu matá-lo sem pensa nas consequências.  Depois disso, afirmou que não se lembra de mais nada.  Em seguida, teria fugido em sua caminhonete para a cidade de Juara.

Sobre a arma do crime, Paulo contou aos policiais tem o registro do porte e que deixou em frente à Delegacia da Polícia na cidade de Tabaporã.

O delegado vai pedir uma análise pericial para comprovar se o calibre é de uso permitido e se foi a mesma usada de fato no homicídio.



Após o interrogatório, Paulo deve ser encaminhado para um presídio já que tem um mandado de prisão expedido pela Justiça de Porto dos Gaúchos.

VEJA VÍDEO

O CRIME

O assassinato chocou a população da cidade diante das circunstâncias que aconteceu. Nas imagens do vídeo é possível ver Silas conversando com um colega na mesa quando Paulo se aproxima pelas suas costas.

O assassino ainda bate nas costas da vítima e o executar com vários tiros. Em seguida, foge.

O engenheiro chegou a ser levado na carroceria de uma caminhonete ao hospital municipal, mas não resistiu aos ferimentos.

O Silas morava em Sinop (500 km da capital) e trabalhava como consultor de vendas na empresa Agroinsumos.

 RepórterMT


Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.