TERRA INDÍGENA É INVADIDA POR GRILEIROS EM RONDÔNIA

Teste de Espaço de Anúncio
imagem ilustrativa



Vídeos gravados pelos próprios indígenas nesta sexta-feira (11) mostram áreas já desmatadas e uma grande picada na floresta. Confrontado, um dos grileiros disse que a ordem para invadir veio "de fora": "Hoje, 'tá' nós, amanhã vêm mais de 200 gente aqui, vocês fiquem esperando".


Em áudio à Folha via WhatsApp, a liderança Awapu Uru-Eu-Wau-Wau, da aldeia linha 623, diz que já denunciou à Funai, mas que até agora nenhum órgão federal apareceu.

"A nossa terra sendo invadida por pelo menos 40 pessoas, a gente não sabe direito, mas é muita gente, e nós estamos precisando de ajuda para retirar esse pessoal. Está bem pertinho da aldeia."

"Espero que os órgãos possam ajudar nessa hora. Eu preciso da ajuda da PF, da Funai, do Ibama, do ICMBio. Tem de ser o mais rápido possível, é muita gente demais."

Esta é a segunda invasão de terras indígenas na Amazônia em janeiro. No último dia 3, a própria Funai informou que madeireiros haviam entrado na Terra Indígena Arara, no Pará.

Procurado pela Folha de S.Paulo na manhã deste domingo (13), a Funai não se pronunciou sobre a invasão em Rondônia.

A Terra Indígena Uru-Eu-Wau-Wau tem sido alvo de invasões de grileiros nos últimos anos. Em fevereiro, o Ministério Público Federal descobriu que madeireiros ilegais estavam até loteando parte do território para invasores.

Fonte: Agencia Brasil

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.