Samu fica sem macas após emprestar equipamentos para o PS de Várzea Grande (MT) que está superlotado

Teste de Espaço de Anúncio
Faltaram macas para o Samu — Foto: TVCA/ Reprodução

Faltaram macas para o Samu — Foto: TVCA/ Reprodução



As ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) não conseguiram atender a todos os chamados recebidos nesse domingo (6), porque houve superlotação no Pronto Socorro de Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, e foi necessário usar as macas das ambulâncias, que ficaram paradas por horas.

Quem precisou de atendimento médico teve que arrumar uma alternativa para chegar ao hospital, porque sem as macas as ambulâncias não tinham como deixar o local.

A reportagem teve autorização para entrar na unidade e constatou idosos em cadeiras de fio, em cadeiras que deveriam estar na recepção, e superlotação. No entao, não teve autorização para fazer imagens.

A administração do hospital informou que que nas últimas 12 horas 30 pessoas deram entrada na unidade vítimas de acidentes, sendo 15 em estado grave e os números criaram uma situação caótica no Pronto Socorro.

Somente durante a tarde é que as macas do Samu foram liberadas e uma das explicações para essa superlotação do Pronto Socorro é que esses pacientes são recusados em outros lugares.

A Prefeitura de Várzea Grande afirma que o atendimento de pacientes de fora do município, em alguns períodos do ano, é de até 50%, mas que mesmo assim não nega nenhum atendimento.


Por Leandro Trindade, TV Centro América


Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.