MP propõe ação contra operadoras de telefonia por serviços de má qualidade

Teste de Espaço de Anúncio


O Ministério Público de Mato Grosso ingressou com ação civil pública, com pedido liminar,  contra as empresas de telefonia Oi e Vivo requerendo o cumprimento imediato dos serviços oferecidos nas publicidades e contratos firmados no   município de Terra Nova do Norte.

O MPMT argumenta que apesar de os planos ofertados aos consumidores incluírem tecnologia/internet 4G, internet banda larga de até 15 mb/s, entre outras vantagens, na prática os serviços não ocorrem. Na ação, o MPMT também requer ao Poder Judiciário, em caráter liminar, que as duas empresas sejam impedidas de comercializar novas assinaturas, até que façam os ajustes necessários e ampliações de rotas, que atendam as demandas dos consumidores.

Foi pleiteado também a aplicação de descontos de 50% do valor nas faturas dos usuários, até que as empresas comprovem a prestação de serviço de forma adequada. “Os usuários do serviço de telecomunicações do município de Terra Nova do Norte têm sido vítimas da má prestação dos serviços contratados, com sérios prejuízos (muitos deles irreparáveis) para diversos setores da economia local e para a vida social de seus cidadãos, o que é um absurdo, já que o produto fornecido é contratado e pago, mas, a contrapartida, como salientado exaustivamente, carece de adequação e efetividade”, ressaltou o promotor de Justiça  Arthur Yasuhiro Kenji Sato, em um trecho da ação.



 Nortão Online 
Fonte: Assessoria

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.