Mauro comete mesmo erro de Taques e pode enfrentar greve no 1° mês

Teste de Espaço de Anúncio



                                             fonte : REDAÇÃO

O governador de MT, Mauro Mendes (DEM), pode ter dado um tiro no pé ao anunciar, na primeira semana de gestão, escalonamento de salários e 13° atrasados dos servidores. Sindicalistas já falam em estelionato eleitoral e em greve.
É que, o então candidato ao governo, prometeu pagar os salários dentro do mês trabalhado, e fez duras críticas a Pedro Taques (PSDB), pelos atrasos e mudança de datas.
O Fórum sindical organiza manifestação e não descarta uma greve já este mês. Os servidores ainda não receberam o dezembro e o 13°. A derrocada do governo Taques começou quando bateu de frente com servidores na famosa briga pela RGA. MM pode incorrer no mesmo erro. O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde de Mato Grosso (Sisma), Oscarlino Alves, afirmou que faltou diálogo do novo governo com os servidores públicos.

RepórterMT

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.