Acusado de chacina que matou 9 em Colniza (MT) é preso durante blitz em SP

Teste de Espaço de Anúncio




Um dos acusados de participação nachacina que deixou nove trabalhadores rurais mortos, em Colniza, a 1.065 km de Cuiabá, foi preso no sábado (12), durante uma blitz da Polícia Rodoviária Paulista, em Ibiúna (SP). O crime ocorreu em 2017.

Ronaldo Dalmoneck, conhecido como Sula, foi preso na SP-250. Ele é um dos quatro acusados de participação na chacina.

Ele dirigia um carro, que foi parado pela polícia rodoviária em uma blitz de rotina. Como ficou muito nervoso, os policiais puxaram a ficha dele no sistema e encontraram o mandado de prisão. Sula foi levado para a delegacia de Ibiúna.

Ronaldo está no Centro de Detenção Provisória de Sorocaba (SP). Ele deve ser transferido para Mato Grosso. A Secretária de Segurança Pública de Mato Grosso informou que não tem data para a transferência.

Os nove trabalhadores rurais foram mortos em abril de 2017, no Distrito de Taquaruçu do Norte, em Colniza.

O madeireiro Valdelir João de Souza, de 41 anos, é acusado de ter contratado outros quatro homens para matar trabalhadores na zona rural. Ele também está foragido.

Por G1

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.