Polícia Civil deflagra operação para apurar desvios de recursos de projetos sociais

Teste de Espaço de Anúncio

A Delegacia Fazendária da Polícia Civil (Defaz) deflagrou, na manhã desta terça-feira (27), uma operação para apurar desvios de recursos de projetos sociais realizados pela Secretaria de Assistência Social e Desenvolvimento Humano da Prefeitura de Cuiabá. Os desvios teriam sido realizados entre os anos de 2014 e 2017.

Policiais estão nas ruas da Capital cumprindo cinco mandados de busca e apreensão, sendo um deles na secretaria e os demais em residências. A operação foi denominada Ippon.


Conforme informações da Polícia Civil, as investigações apontaram que estavam sendo realizados desvios de recursos públicos da Secretaria de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, utilizando convênios firmados com o município de Cuiabá com o Instituto Mato-grossense de Arte, Cultura e Desporto.

O instituto, segundo a PJC, criava projetos que beneficiariam crianças e adolescentes, mas os recursos eram desviados e utilizados para atender interesses pessoais.

Para realizar o golpe, eram utilizadas notas fraudulentas para justificar o gasto dessas verbas públicas, que deveriam ter sido usadas para realizar competições de artes marciais para crianças carentes.

O nome da operação, Ippon, faz alusão à expressão utilizada em competições de artes marciais para um golpe perfeito.



Fonte:  O Livre

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.