Mulher de 24 anos se casa com homem de 78 e o mata após obrigá-lo a fazer relações sexuais 7 dias sem parar

Teste de Espaço de Anúncio
Divulgação



Uma mulher de 24 anos foi presa por ter matado o marido, um fazendeiro de 78 anos, após uma maratona de relações regada a viagra, ela mentiu dizendo que estava apaixonada pelo idoso apenas para conseguir se casar e colocar seu plano em pratica interessada em seus bens.

Augusto Ribeiro era um dos maiores fazendeiros do estado do Amazonas. A neta do idoso de 13 anos conseguiu Hackear o celular da mulher e ter flagrado mensagens dela com outra amiga falando.

“Casei com este velho apenas para ficar com tudo que ele tem, quem gosta de velho é INSS e sindicato”.

Na delegacia a mulher disse: “ Eu não tive a intenção de matá-lo, estávamos apenas fazendo amor’.’

O delegado informou que além do assassinato a mulher também se enquadra no Artigo 215 do código penal, e apesar de pouco divulgado na imprensa é um crime bastante comum. Se casar com alguém ou praticar outro ato libidinoso com alguém, mediante fraude ou outro meio que impeça ou dificulte a livre manifestação de vontade da vítima.

Comete esse crime, por exemplo, a mulher que engana o marido ou namorado dizendo está apaixonada ou sentir um grande amor pela pessoa, de forma mentirosa apenas com interesse nos bens é um crime, afirmou o delegado.

A mulher presa admitiu ter dito que não amava o marido, porem disse que não queria matar o companheiro, e que ela era completamente apaixonada pelo velho, e que ela não sabia que mentir para se casar com um idoso fazendeiro rico também é crime.

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.