Mauro dispara para o governo; Selma e Jayme lideram ao Senado;

Teste de Espaço de Anúncio
Mauro dispara para o governo; Selma e Jayme lideram ao Senado; Acompanhe aqui


Olhar Direto acompanha os bastidores da apuração das eleições neste domingo (07), quando serão escolhidos: governador; dois senadores; deputados federais e estaduais. Além disto, a reportagem também traz a festa dos vencedores e todas as falas dos políticos.

Desde o fim da ditaruda militar, em 1985, Mato Grosso teve nove governadores, sendo que três eram filiados ao PMDB (Carlos Gomes Bezerra, Edison Freitas de Oliveira e Silval da Cunha Barbosa) e três filiados ao PSDB (Dante Martins de Oliveira, José Rogério Salles e José Pedro Gonçalves Taques).

Nas eleições deste ano não há candidato do MDB (antigo PMDB) concorrendo ao Governo, mas há um do PSDB. O governador e candidato à reeleição Pedro Taques (PSDB) aparece em algumas pesquisas disputando o segundo lugar com o candidato Wellington Fagundes (PR), buscando concorrer em um segundo turno com o primeiro lugar nas pesquisas, o candidato Mauro Mendes (DEM).

Acompanhe os bastidores da apuração das eleições de 2018:

Apuração de votos para governo - 
Até agora, já foram 89% de urnas apuradas em Mato Grosso. Mauro Mendes continua na liderança:

Mauro Mendes (DEM) - 58,83%
Wellington Fagundes (PR) - 19,58%
Pedro Taques (PSDB) - 18,86%
Arthur Nogueira (Rede) - 1,72%
Moisés Franz (Psol) - 1,01%

Urnas apuradas: 89%

Apuração de votos para Senado - Na briga pelo Senado Federal, por enquanto aparecem na frente os candidatos Juíza Selma Arruda (PSL) e Jayme Campos (DEM):

Juiza Selma Arruda PSL - 24,61%
Jayme Campos DEM - 17,91%
Fávaro PSD - 15,88%
Nilson Leitão PSDB - 12,11%
Adilton Sachetti PRB - 12,18%
Procurador Mauro PSOL - 7,90%
Professora Maria Lucia PC do B - 6,16%
Dr Waldir Caldas NOVO -  2,61%
Aladir PPL - 0,32%
Gilberto Lopes Filho PSOL - 0,22%
Sebastião Carlos REDE - 0,00%

Urnas apuradas: 87%

[Bastidores]

Clique AQUI para acompanhar a apuração em tempo real.

18h44 - Com 79% das urnas apuradas, Jair Bolsonaro continua liderando na disputa pela presidência, com 48,03% dos votos. Ele é seguido por Fernando Haddad (26,74%) e Ciro Gomes (12,37%).

18h30 - A atual deputada estadual e candidata à reeleição, Janaína Riva passou a liderar a disputa pela vaga na ALMT, com 4,03% dos votos. Depois aparecem: Nininho (2,78%); Max Russi (2,44%); Dilmar Dal Bosco (2,24%) e Guilherme Maluf (2,19%). As informações são referente a 56% das urnas apuradas.

18h23 - Nelson Barbudo continua a liderar a disputa de deputado federal, com 9,09% dos votos. Depois, aparecem José Medeiros (5,26%) e Neri Geller (5,01%). As informações são referente a 51% das urnas apuradas.

18h21 - O presidente do TRE, Márcio Vidal, conversou com jornalistas logo após o encerramento da votação em Mato Grosso. Ele voltou a afirmar que não há possibilidade de fraudes nas runas. “Primeiro, nós sofremos vários ataques na mídia à tecnologia, muito fake news, a princípio também era esperado.Pessoas que nem sempre prezam pela verdade, pelo bem construir, pelo contrário, quer destruir, quanto pior é melhor. Então nós tivemos inúmeras denúncias falsas, e isso levou a equipe a agir rapidamente, a própria Ascom do Tribunal Regional Eleitoral, a exemplo também do que se sucedeu no próprio Tribunal Superior Eleitoral, e outros tribunais regionais do Brasil. E a gente está explicando que isso é uma farsa. No mais, algumas prisões, também foi dentro do número esperado, já que estamos lidando com dois milhões e trezentas mil pessoas. É natural que tenhamos alguma situação, alguma anomalia, pesosas que se recusam a cumprir as regras. E de uma certa forma foi dentro da normalidade”, disse. 


Márcio também explicou a razão da demora da votação, por conta dos erros na biometria. “Nós vivemos uma era digital, então a justiça eleitoral realmente inova nessa área. A biometria veio pra evitar fraude, o problema é que nós não esperávamos que o sistema falhasse, e ele falhou. Por uma razão qualquer a identificação do eleitor pela digital falhou, e com isso houve, obviamente, atraso do cidadão eleitor em votar. Além dessa questão nós temos que reconhecer que votar em seis cargos, com números variáveis, é uma certa dificuldade. A pessoa precisa levar uma cola, outras não, mas isso tudo, acrescido de determinadas sessões especificamente, por exemplo, na área central de Cuiabá, é um corpo de pessoas de certa idade, a dificuldade é natural dessas pessoas. Tudo isso somado, gera um atraso, e que nós iremos corrigir, desmembrando essas seções pra justamente não ocorrer mais esse fato constrangedor ao cidadão eleitor. E aproveito pra pedir desculpas em nome da justiça eleitoral”.

18h05 - Com 50% das urnas apuradas no país, Bolsonaro lidera com (49,02%). Depois aparecem: Haddad (26,09%); Ciro Gomes (12,31%); Geraldo Alckmin (4,84%); João Amoêdo (2,76%); Henrique Meirelles (1,25%); Cabo Daciolo (1,07%); Alvaro Dias (1,04%); Marina Silval (0,95%); Guilherme Boulos (0,55%); Vera (0,05%); Eymael (0,04%); João Goulart Filho (0,03%).

17h56 - Na disputa pela vaga na Assembleia Legislativa, estão: Nininho - PSD (3,90%); Janaína Riva - MDB (3,65%) e Dr. Eugênio - PSB (3,32%). As informações são referentes à apuração de 23% das urnas.

17h53 - Com 23% das urnas apuradas, Nelson Barbudo (PSL) lidera na disputa para a Câmara Federal com 9,14% dos votos. Depois aparecem: José Medeiros (PODE), com 5,48% e Carlos Bezerra (MDB), com 5,27%. As informações são referentes à apuração de 23% das urnas.

17h31 - Até o momento foram contabilizadas 11.106 abstenções em Mato Grosso

17h - Está encerrada a votação em Mato Grosso.


Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.