Operação resgata seis trabalhadores em situação análoga à escravidão, no nordeste do Pará

Teste de Espaço de Anúncio


Seis trabalhadores em situação análoga à escravidão foram resgatados no município de Tailândia, nordeste do Pará, na madrugada desta quarta-feira (3). A operação foi realizada por uma força tarefa composta pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), Ministério Público do trabalho (MPT), Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e Exército Brasileiro (EB). Todas as vítimas eram da região nordeste do Brasil.

Os resgatados trabalhavam vendendo panelas pelas ruas da região de Tailândia. Eles não tinham nenhuma garantia trabalhista, nem condições adequadas de trabalho. Eram hospedados em um local sem banheiro ou alojamento. Todos dormiam em redes armadas em árvores.

De acordo com a PRF, os trabalhadores tinham dívidas de até R$ 2 mil com o empregador geradas desde o início da viagem do Nordeste para o estado do Pará.

As vítimas relataram que só recebia alimentação aquele que batia as metas de venda e o transporte da fazenda para a cidade era feito no compartimento de carga de um caminhão baú.

Denúncia
Os trabalhadores somente foram encontrados após um deles conseguir ir até um telefone público e ligar para a PRF, pelo telefone 191 para pedir ajuda, no último domingo (30).

A central operacional da PRF recebeu o pedido de socorro e conseguiu levantar algumas informações para possibilitar a localização das vítimas. Os trabalhadores resgatados foram alojados em um hotel da cidade e a partir da próxima quinta (04) receberão apoio logístico para retornarem às suas cidades de origem.

O acusado responderá na Justiça pelos crimes previstos e deverá pagar todos os direitos trabalhistas. A prisão não foi efetuada por conta da legislação eleitoral.

Fonte: G1 Pará

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.