Policial federal atira na própria cabeça em prédio no Terra Nova

Teste de Espaço de Anúncio


Um policial federal, identificado como Leandro de Castro Alecrin, 27 anos, morreu após atirar na própria cabeça. A situação aconteceu na noite de terça-feira (18),  no Edifício Alvorada, no bairro Terra Nova, em Cuiabá.

De acordo com a Polícia Militar, uma equipe do 3° Batalhão de Polícia Militar (3° BPM) foi acionada a comparecer no prédio para verificar a situação.

Ao entrar no apartamento, os agentes encontraram o homem com um ferimento sangrando na cabeça, deitado em cima da cama.

Os agentes acionaram, imediatamente, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ao chegar no local, o médico identificou que o policial já esta morto.

Uma equipe da Polícia Federal esteve no local acompanhando os trabalhos investigativos. Agentes da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) também estiveram trabalhando na cena do crime.

Investigadores da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) também foram para o endereço dar início aos trabalhos investigativos.

Não foram informados detalhes sobre a motivação do suicídio. A arma usada foi apreendida para análise.

Vida salva

No último domingo (2), populares que passavam pela Avenida Fernando Corrêa da Costa impediram que um homem se jogasse da passarela de pedestres. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a atuação dos militares foi apenas de encaminhar o homem para uma policlínica da Capital, já que ele havia sido contido por pessoas que estavam no local.

Peça ajuda

O CVV presta serviço voluntário e gratuito de apoio emocional para todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo.

Mais de um milhão de atendimentos anuais são realizados por 2.000 voluntários pelo telefone 188 ou 141 (de acordo com a região), pessoalmente (nos 80 postos de atendimento) ou pelo www.cvv.org.br via chat, Skype e e-mail.


RepórterMT/Reprodução

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.