Golpistas se passam por policiais civis para furtar trator em distrito de Nova Ubiratã

Teste de Espaço de Anúncio
Fotografia:Arquivo pessoal
A Polícia Judiciária Civil investiga o furto de um trator ocorrido, na tarde desta segunda-feira (03), no distrito de Santa Terezinha do Rio Ferro, distante 90 quilômetros de Nova Ubiratã.



O maquinário agrícola, da marca Massey Fergunson modelo 4275, foi levado por dois homens que se identificaram como investigadores de polícia lotados no município de Lucas do Rio Verde.



De acordo com a vitima, W.J.B., de 20 anos, os golpistas chegaram a propriedade rural em um veículo Fiat Pálio Weekend, de cor preta e placas de Tapurah, mesmas características das viaturas utilizadas por órgãos de segurança pública do Estado.



Ainda de acordo com a vitima, ambos os golpistas estavam armados e um deles chegou a apresentar uma suposta carteira funcional de investigador de Polícia Civil.



“Eles disseram que este trator havia sido roubado de uma fazenda de Lucas do Rio Verde e caso não entregasse o maquinário para eles [golpistas] eu seria preso”, afirmou o pequeno produtor rural que amargou um prejuízo de R$ 90 mil.



Como havia adquirido o trator há poucas semanas, a vitima acreditou na versão apresentada pelos falsos policiais. Porém ao entrar em contato com as delegacias da região ele foi alertado sobre o possível golpe.



“Os investigadores de Lucas do Rio Verde me disseram que não tinha ocorrido nenhum roubo de trator. Eles também afirmaram que nenhum policial da cidade estava autorizado a fazer operações em Nova Ubiratã”, disse em depoimento.



Na noite desta terça-feira (04) policiais civis e militares dos municípios de Nova Ubiratã e Feliz Natal realizaram diligências pela região, mas sem êxito.



O caso foi registrado inicialmente como furto, porém a polícia não descarta a possibilidade do antigo dono do maquinário ter tentado reaver o bem de forma indevida.

 

Fonte:Redação

Autor:Rafael Sousa
Ubiratã 24 horas

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.