Bando com fuzis explode caixas eletrônicos, faz reféns e foge com R$ 250 mil

Os bandidos levaram de R$ 200 mil a 250 mil da agência, conforme a PM

O crime aconteceu na madrugada desta segunda-feira (3), no município de Lambari D’Oeste. Ninguém ficou ferido.


Uma quadrilha composta por pelo menos seis bandidos armados com fuzis e outras armas longas, explodiram vários caixas eletrônicos e o cofre central de uma cooperativa de crédito, no município de Lambari D’Oeste (a 316 km de Cuiabá). O crime aconteceu na madrugada desta segunda-feira (3). De acordo com a Polícia Militar, os bandidos levaram de R$ 200 mil a 250 mil reais na ação.

O bando, extremamente organizado, chegou no local do crime por volta de 1h40. Parte dos bandidos montou escolta na frente da agência, enquanto outra parte colocava os explosivos no local.

Moradores saíram para fora das casas após a primeira explosão, para verificar o que estava acontecendo, e foram feitos reféns. Segundo relatos, um dos bandidos deu tiros de fuzil em direção à casa de um morador que abriu a janela para ver o assalto.

Após recolher o dinheiro, os bandidos pegaram quatro reféns e fugiram da cidade, em direção ao município de Rio Branco. As vítimas foram abandonadas na saída da município onde aconteceu o crime.

Ainda de acordo com a polícia, havia pregos ‘soldados’ jogados pela rodovia, para que furassem os pneus das viaturas dos policiais que fizessem a perseguição aos bandidos.

Nenhum dos moradores, que foram feitos reféns, ficaram feridos. Eles foram socorridos e levados para a delegacia, onde prestam depoimento sobre o assalto.

A PM segue fazendo buscas na região, porém, até a publicação desta matéria, ninguém havia sido preso.


RepórterMT/PMMT

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.