Ato de campanha de Bolsonaro em Juiz de Fora é interrompido após tumulto

Teste de Espaço de Anúncio
Bolsonaro é carregado por apoiadores após ser alvo de suposta tentativa de homicídio

FOTO: FÁBIO MOTTA/ESTADÃO CONTEÚDO

Um ato de campanha do candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) foi interrompido, na tarde desta quinta-feira (6), em Juiz de Fora, interior de Minas Gerais, após um tumulto generalizado. Segundo a PM de Minas Gerais, o presidenciável foi esfaqueado na região do tórax.

No momento da confusão, Bolsonaro estava sendo carregado nos ombros, fazendo corpo a corpo com eleitores, na região do Parque Halfald.
Segundo o filho do presidenciável, Flávio Bolsonaro, o suposto agressor já foi identificado e detido, durante a caminhada, pelos próprios apoiadores do candidato. A polícia, porém, ainda não deu detalhes acerca da prisão.



"Jair Bolsonaro sofreu um atentado agora, em Juiz de Fora. Uma estocada com faca na região do abdômen. Graças a Deus, foi apenas superficial e ele passa bem. Peço que intensifiquem as orações por nós", escreveu Flávio numa rede social.



Bolsonaro, que não utilizava colete à prova de balas, foi socorrido a hospital de Juiz de Fora. O agressor, por sua vez, foi conduzido à delegacia da Polícia Federal, que deve instaurar inquérito para investigar o caso.




Por Gazetaweb, com G1


Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.