Troca de tiros entre PMs e bandidos deixa 2 mortos e 3 feridos

Chico Ferreira

De acordo com informações do boletim de ocorrência, o caso foi registrado por volta das 1h13, quando ocorreu troca de tiros entre bandidos e policiais.

Leia também - Ex tenta matar mulher na frente de filhos e é baleado ao agredir policiais

Dentre os feridos, está um policial militar. Ele foi baleado na mão e perdeu um dos dedos.O nome do PM não foi divulgado.

Segundo informações da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), o ladrão que morreu no local do confronto foi identificado como Humerson Viana dos Reis, 26.

Já Vancley dos Santos e Lima, 18, foi baleado e socorrido. Ele acabou sendo encaminhado para o Pronto-socorro Municipal de Várzea Grande (PSMVG) e continua internado.

Segundo a ocorrência, tudo começou quando os policiais estavam em rondas pelo bairro Jardim Potiguar e escutaram disparos. Em seguida, a equipe recebeu o chamado. Dois homens que estavam em um Gol teriam cometido um homicídio no local conhecido como 'Boca do Dragão'.

Outras viaturas foram solicitadas e a ordem de parada aos criminosos foi dada. Porém, os suspeitos não obedeceram, fugindo em alta velocidade.

Um dos homens sacou a arma e disparou contra a viatura. A polícia revidou e um dos pneus do Gol estourou. Devido à alta velocidade, o condutor perdeu o controle do carro e rodou na pista.

A troca de tiros continuou. Disparo acertou o policial. Um dos bandidos também foi baleado. Outro homem que portava uma Glock também acabou sendo atingido.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) acabou sendo acionado. Porém, a PM foi informada que a equipe não tinha condições de atender, já que a unidade estava sem macas.

Todos os feridos seguiram ao Pronto-socorro na viatura.

Caso antes da troca

Sobre a primeira ocorrência no local, restou identificado que Vancley e Huemerson foram os responsáveis pelo homicídio.

A equipe de reportagem do Gazeta Digital foi até a DHPP e o Instituto Médico Legal (IML), porém o homem conhecido por "Pé de Porco" ainda não foi identificado.

A vítima estava sem os documentos pessoais no local. Uma mulher que acompanhava "Pé de Porco", identificada como Elza das Dores, também foi baleada no joelho e precisou ser levada ao hospital.

Os casos ainda seguem em registros nas delegacias e a partir desta terça-feira (14), chegará na DHPP, para iniciar a investigação.



Rayane Alves, repórter do GD

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.