Tenente Coronel se defende da acusação de assediar policiais femininas no Norte Araguaia

Teste de Espaço de Anúncio

As vítimas teriam afirmado que o Tenente Coronel usava do cargo para pressionar as subordinadas a manterem relações sexuais com ele.
  (Crédito: Agência da Notícia/Reprodução)
O Tenente Coronel Joel Outo usou o perfil dele em uma rede social para se defender da denúncia feita pelo Ministério Público Estadual de que ele teria usado o cargo de comandante da Polícia Militar no Norte Araguaia para assediar policiais femininas da equipe.

"No ano de 2016 eu comandava a PM na região do Norte Araguaia, sendo 11 municípios. Quando me encontrava na cidade de Canabrava do Norte recebi uma ligação do policial de serviço me informando que uma policial havia sequestrado uma moça e levado para uma região isolada, e tentado matá-la. Determinei que dois oficiais em duas guarnições efetuassem a prisão e condução até a delegacia dessa policial militar. Sendo que a mesma não foi localizada, A vítima informou que foi pega na frente de sua casa sob ameaça de arma, e que essa policial militar estava acompanhada por outra mulher. No outro dia a policial militar se presentou, sendo acompanhada até uma delegacia onde prestou depoimento. De imediato determinei o afastamento dela do serviço operacional, instauração de procedimento administrativo, onde a mesma foi punida com prisão. Tal mediadas não agradou a policial Militar, que achando que eu a prejudicava formulou denúncia com o objetivo inicial de me afastar do comando local da PM", escreveu o Tenente Coronel.

Joel disse ainda que as fotos das supostas mensagens de WhatsApp foram forjadas e classificou a denúncia como "leviana".
Leandro Kervalt | Redação
Agência da Notícia/Reprodução

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.