Professora é indiciada após agredir e afogar bebês de até um ano em creche

Teste de Espaço de Anúncio

Professora é indiciada após agredir e afogar bebês de até um ano em creche
Uma professora de um Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) de Sorriso (a 396 km de Cuiabá) foi indiciada nesta quinta-feira (9) pela Polícia Civil, pelo crime de maus tratos  e ameaças contra crianças de seis meses a três anos de idade, que frequentam a creche. O delegado Nilson Farias declarou ao Olhar Direto que vai encaminhar o inquérito ao Ministério Público para que seja feita a denúncia à Justiça. Segundo ele, a professora afogava e batia nas vítimas.

De acordo com o delegado Nilson, a Delegacia de Sorriso teve conhecimento do caso através de denúncias. Foram iniciadas as diligências e foram ouvidos pais de crianças, estagiários da Cemei e outros professores, que confirmaram os fatos denunciados.

A suspeita foi interrogada, mas  negou as acusações. No entanto, de acordo com o delegado, haviam provas suficientes da prática da professora. Testemunhas relataram que a mulher afogava crianças até não aguentarem mais, dava fortes tapas que faziam com que elas gritassem e por vezes levava as vítimas para trás de biombos, para aplicar corretivos, na intenção de que seus colegas não vissem, porém todos ouviam.

Segundo a apuração, profissional trabalhava no berçário 01, que atende crianças de seis meses a um ano de idade. Agindo sempre sem paciência e gritando, a professora mandava as auxiliares de sala não dar colo nem carinho aos bebês.

Também foi constatado que as crianças tinham receio dessa professora. Os relatos ainda revelam tapas com força que faziam as crianças gritarem de dor.

Mesmo achando estranho o comportamento, uma das testemunhas alegou que imaginaria que não passaria dos castigos, até o dia que presenciou a professora impaciente, ao dar banho em um dos bebês. Ela deixou a criança embaixo da torneira, sacudindo, até que começasse a se afogar”, disse o delegado.

Após as denúncias, a Prefeitura Municipal de Sorriso transferiu a professora para uma escola com crianças mais velhas. O inquérito, que corria em segredo, foi concluído e o delegado afirmou que a suspeita seria indiciada hoje (9).

Vinicius Mendes
Olhar Direto

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.