Padrasto é preso acusado de estuprar e engravidar enteada de 17 anos em Nova Ubiratã

Teste de Espaço de Anúncio

O morador do distrito de Entre Rios, a 150 quilômetros de Nova Ubiratã, Lucier Profetta Confessor, de 34 anos, foi preso nesta segunda-feira (13) por suspeita de ameaça, violência doméstica e estupro.



A denuncia partiu da própria vitima, uma adolescente de 17 anos, com quem Lucier tem um filho de aproximadamente 04 meses.



Conforme apurado pela reportagem, a denuncia teria sido motivada depois que a vitima, a mãe e o irmão de 13 anos foram agredidos fisicamente pelo padrasto.



Ao tomar conhecimento do caso, conselheiras tutelares e uma guarnição da Polícia Militar se deslocaram para a comunidade onde reside a família.



De acordo com o sargento PM Ildo de Lima, as vitimas tinham lesões e hematomas supostamente causadas, na noite anterior, pelo agressor.



Em depoimento, a adolescente afirmou que era molestada pelo padrasto desde os 10 anos. Ela alegou ainda que não denunciou o crime antes por medo.



“Ele [padrasto] ameaça matar minha família caso eu contasse pra alguém”, disse.



Por sua vez, Lucier confessou que mantinha constantemente relações sexuais com a enteada, mas negou a prática de estupro.



“Agente tá junto desde quando ela tinha 15 anos (...) eu nunca a obriguei a fazer nada, ao contrário era ela quem me procurava”, argumento o homem que é casado com a mãe da vitima há 16 anos.



Ao ser questionado se havia seduzido a adolescente, o acusado foi irônico.



“Eu acho que “tava” mais fácil ela ter me seduzido. Ela esperava a mãe sair pra rua e vinha me procurar”, complementou.






O idoso foi denunciado por uma das netas, uma menina de 13 anos, filha de Lucier Profetta, que alegou ter sido molestada sexualmente pelo avô.



“Eu nunca faria isso com minha neta, sangue do meu sangue. Eu apenas a peguei no colo, estava brincando e ela entendeu errado”, justificou Izaltino.



Após a constatação do crime pai e filho foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Judiciária Civil onde permanecem à disposição da Justiça.



Já as vitimas foram encaminhadas ao Instituto Médico Legal (IML) de Sorriso para realização de exames de corpo delito.

Fonte:Redação
Autor:Nilva Santos;Ubiratã 24 horas


Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.