Padrasto não vê menina de um ano e passa por cima com caminhonete

Teste de Espaço de Anúncio
Polícia Civil apura as circunstâncias do acidente.

Uma menina de 1 ano e 9 meses foi atropelada e morta por uma caminhonete dirigida pelo padrasto na noite de terça-feira (24), na cidade Confresa (a 1.168 km de Cuiabá).

De acordo com a Polícia Civil, antes de sair com o veículo, o padrasto teria colocado a criança em casa e apenas encostado um portão que dá acesso ao quintal.

No momento em que dava partida na caminhonete, a criança abriu o portão e foi em direção ao veículo. Ele engatou a marcha ré e passou por cima da menina.

Ao perceber o acidente, o homem de 49 anos teria levado a criança imediatamente para o hospital da cidade. Os médicos ainda tentaram reanimá-la, mas sem sucesso. Ela morreu minutos depois de dar entrada na unidade hospitalar.

Ao saber da notícia, o pai biológico ameaçou o padrasto de morte. Em razão disso ele acabou fugindo da cidade, após deixar a criança no hospital.

A Polícia Civil informou que já entrou em contato com o padrasto e que ele irá se apresentar na delegacia nesta quinta-feira (25) para prestar depoimento.

A polícia também destacou, conforme os depoimentos dos familiares, que o padrasto era muito carinhoso com a criança e que no momento o caso é tratado como uma fatalidade.


RepórterMT/Reprodução

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.