Homem é preso próximo a cemitério com sacola cheia de ossos humanos

Teste de Espaço de Anúncio
De acordo com o Boletim de Ocorrência, ao ser contido, Luiz tentou agredir os policiais.
Robson Luiz Gomes, de 24 anos, foi preso pela Polícia Militar depois de violar um túmulo e furtar uma ossada do cemitério José Tiburski, na cidade de Peixoto de Azevedo (a 690 km de Cuiabá). O fato aconteceu nesta segunda-feira (02). O homem foi autuado por crime contra a administração pública.
De acordo com o boletim de ocorrência, a polícia recebeu uma denúncia de que um homem moreno, de camisa branca, estaria violando túmulos no cemitério da cidade.
Os policiais realizaram buscas e avistaram um homem com as mesmas características da denúncia. Ele estava carregando uma sacola branca.
Ao ver a polícia, Robson Luiz largou a sacola e saiu correndo, mas os policias conseguiram capturá-lo. Ao ser contido, Robson tentou agredir os policiais. Ele também teria deitado no chão para impedir que os policiais o algemassem.
Na sacola carregada pelo homem, havia uma ossada humana, com ossos de diversos tamanhos, inclusive um crânio. Robson então foi encaminhado para o Batalhão da PM para o registro do boletim de ocorrência.
Durante o trajeto, os policias relataram que ele começou a se debater na viatura e que ao chegar ao Batalhão, se jogou no chão e depois começou a bater a cabeça contra a parede.
Ele foi imobilizado novamente e depois encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Peixoto de Azevedo.

RepórterMT/Reprodução

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.