Saiba quem é Ricardo, o morador que caiu de prédio em chamas

Teste de Espaço de Anúncio

Sargento Diego, que tentou resgatar Ricardo do prédio em chamas, reconheceu o morador desaparecido por fotos: 'Não dá pra esquecer o olhar'
No Instagram, Ricardo postou fotos no prédio

No Instagram, Ricardo postou fotos no prédio
Reprodução / Instagram

O sargento Diego Pereira da Silva Santos confirmou que este homem que aparece na foto em uma das janelas do edifício Wilton Paes de Almeida é Ricardo, o morador que ele tentou resgatar do incêndio e que acabou sumindo sob os escombros do prédio desabado. À produtora da RecordTV, Marcella Larocca, o sargento disse ter certeza tanto pelas tatuagens, como pelo olhar, que se trata da única vítima oficialmente considerada desaparecida na tragédia do Largo do Paissandu.

“Estava muito escuro, mas é quase impossível esquecer este olhar”, disse o sargento Diego.

"Escutei ele gritando por socorro", diz bombeiro que tentou resgate

Ricardo tinha 40 anos e acabou ficando preso dentro do prédio em chamas em uma das muitas vezes que entrou para ajudar a resgatar vizinhos. Em uma das vezes, foi visto carregando quatro crianças.

veja também
Prédio desaba após incêndio e deixa morto e desaparecidos em São Paulo
"Era uma tragédia anunciada", dizem moradores sobre o incêndio
Bombeiros têm "fio de esperança" na busca por sobreviventes
Famílias desabrigadas vão ser distribuídas entre 107 albergues
Rauan Costa Neto, que mora em outro edifício próximo do que desabou, conhecia Ricardo, mas não soube dizer seu sobrenome.

“Eu espero que agora que divulgou quem ele é, a família apareça”, disse Rauan.

Ricardo teria uma irmã que trabalha em uma lanchonete no Centro, mas ainda não foi localizada. Ele também teria 7 filhos — 6 meninas e 1 menino.

“Eu conhecia ele porque a gente trabalhava junto. Fazia carga e descarga e contêiner, com coisas da China, bolsa, brinquedo, essas coisas”, conta Rauan. “Segunda mesmo a gente descarregou um caminhão na 25 de março.”

Pelas fotos em seu perfil no Instagram, Ricardo era um apaixonado por patins. São várias fotos e vídeos dele e amigos patinando. Em um dos posts, Ricardo aparece patinando dentro de um vagão do metrô. Ele cai, rindo muito, e vários amigos brincam com ele.
"Ele gostava muito de plantas. O apartamento dele era cheio de plantas. E de gatos", contou Rauan.

Ricardo também gostava de fotografar paisagens, como do Parque do Ibirapuera e da janela do prédio que, tragicamente, desabou sobre ele segundos antes de o sargento Diego conseguir resgatá-lo.










  • SÃO PAULO
    • Cristina Charão, do R7, com informações de Marcella Larocca, da RecordTV








    Nenhum comentário:

    Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

    Tecnologia do Blogger.