Padrasto é preso por abuso sexual de menina dos nove aos treze anos

Teste de Espaço de Anúncio
Após abusar sexualmente por 4 anos da enteada homem é preso em MT
A Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica) prendeu o ex-padrasto e uma menina que sofreu abuso sexual dos nove aos 13 anos de idade.

O crime ocorreu em Cuiabá e foi denunciado em agosto de 2014. A prisão foi efetuada na quinta-feira (17.05).

O caso vinha sendo investigado, e após após localizar e interrogar o suspeito, A.S.S.S, 34 anos, representou pelo mandado de prisão preventiva.

O suspeito chegou a fazer ameaças à mãe da menor, sua ex-companheira, para que retirasse a queixa.

Conforme o inquérito policial, o suspeito tinha um relacionamento de sete anos, com a mãe da vítima.Na época da denúncia eles estavam separados há aproximadamente 1 ano e sete meses.

A mãe da menor relatou que estavam em processo de reconciliação quando soube pela filha que o ex-companheiro abusava da menina há cerca de quatro anos.

Ela também contou que o suspeito era agressivo, fato que lhe causava temor.

Os abusos ocorreram no período noturno, quando a mãe da menor estava trabalhava. O ex-padrasto abusava da menina na sala da casa, local em que ela dormia.

A menor disse na Polícia que tinha medo do suspeito e sofria ameaças dele após o ato sexual.


O suspeito está recolhido em uma unidade prisional de Cuiabá.

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.