Exército reage a bloqueio com bomba e balas de borracha - veja vídeo

Teste de Espaço de Anúncio
Exercito reage a bloqueio dos caminhoneiros com gás lacrimogêneo
Imagens gravadas pelos próprios caminhoneiros mostram o momento em que eles tentam impedir a passagem do veiculo do Exército que fazia a guarda de caminhões, sendo um carregado com combustível, para a Capital.
Nas imagens, aparecem dois caminhoneiros de joelhos, que se levantam assim que o veiculo para. Em seguida, um militar aparece para tentar a liberação da passagem e começa uma discussão com os outros caminhoneiros que acompanham a situação.
Em dado momento, o militar joga uma bomba de efeito moral e os caminhoneiros dispersam. Também é possível ouvir disparos de bala de borracha e muitos xingamentos. Após isso, o comboio conseguiu seguir viagem em direção à Capital.
Protesto anterior – Antes de chegar no trecho de Jaciara, o mesmo comboio enfrentou protesto dos caminhoneiros em Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá). Na ocaisão, alguns caminhoneiros sentaram no asfalto para impedir a passagem do comboio. No entanto, algumas carretas conseguiram seguir viagem.
Fim da greve – A greve já está em seu 9º dia e segue sem previsão de término. Em uma tentativa para dar fim à mobilização, o presidente Michel Temer (MDB) propôs a redução de R$ 0,46 no litro do diesel, que seria aplicada durante 60 dias, por meio da extinção das alíquotas do PIS-Cofins e da Cide sobre o diesel.
Além disso, propôs que os ajustes no preço do combustível sejam feitos a cada 30 dias, bem como a isenção de pagamento de pedágio para eixos suspensos de caminhões vazios.
Já o Governo do Estado determinou o congelamento do Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final (PMPF) dos combustíveis, que serve como base de cálculo do ICMS. Com isso, não haverá o reajuste de 17 centavos no preço do diesel, previsto para 1º de junho - e o combustível deve continuar a R$ 3,67 o litro, valor praticado antes da greve dos caminhoneiros.
Foto Carlos Alberto Oliveira
Karine Miranda, repórter do GD
Veja o vídeo: 


Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.