Autor de homicídio em Brasnorte é preso em flagrante logo após o crime

Redação da PJC-MT

O autor de um homicídio ocorrido na tarde de domingo (08), em Brasnorte (579 km a noroeste de Cuiabá) foi preso em flagrante em ação da Polícia Civil e Polícia Militar, pouco tempo após o crime. O acusado, Alex Willians Cícero Soares, 20, tem várias passagens por atos infracionais cometidos quando menor de idade, e disse que decidiu matar a vítima após uma provocação.

O crime que teve como vítima Emerson Sottano, ocorreu por volta das 17 h, no distrito Tupa, zona rural de Brasnorte. Assim que foram acionadas do homicídio, as forças de segurança colheram as informações preliminares que apontavam as características do autor do crime, e que ele estaria na região da MT 170, com uma faca da mão.

Durante as diligências, os policiais lograram êxito em localizar o suspeito, escondido em uma plantação de soja. No momento em que foi abordado, o acusado estava em poder de uma faca de aproximadamente 22 centímetros, a qual foi utilizada para executar a vítima.

Questionado, Alex Willians confessou o crime e disse que decidiu matar a vítima após uma provocação, tendo efetuado vários disparos de chumbinho contra Emerson e em seguida desferido os golpes de faca. O corpo da vítima foi encontrado com várias lesões no tórax, pescoço e abdômen, além de uma marca de furo na testa, que em razão de disparo com a arma de chumbinho.

Indagado sobre a espingarda utilizada no crime, o suspeito disse que jogou na mata enquanto fugia.

O acusado foi conduzido a Delegacia de Bransnorte, onde após ser interrogado foi autuados em flagrante por homicídio qualificado. Ele possui 27 passagens anteriores, cometidas quando menor de idade, pelos crimes de vias de fatos, lesão corporal, tentativa de homicídio, nas cidades de Campo Novo dos Parecis e Tangará da Serra.


GC

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.