Paquistão discute enforcamento público de pedófilos e estupradores

Teste de Espaço de Anúncio
O assunto começou ser tratado depois da morte de uma menina de sete anos

No seu Código Penal, o Paquistão já contempla a pena de morte para o seqüestro de qualquer pessoa com idade inferior a 14 anos em que a vítima acaba morta ou com sérios danos, mas o presidente do Comitê de Assuntos Internos daquele país, Rehman Malik, insiste que esta regra inclui a frase "por enforcamento público", informa Ary News.

Um comitê do Senado do Paquistão propôs enforcar em público aqueles que matam ou abusam sexualmente de crianças em uma reação ao estupro e assassinato de Zainab Ansari, uma garota de sete anos de idade. A intenção é que outros futuros  criminosos se sintam intimidados ao acompanhar uma execução.
As autoridades daquele país propuseram esta alteração depois que um homem de 24 anos foi preso como o principal suspeito em 23 de janeiro, porque seu DNA coincidiu com as amostras retiradas do corpo do menor, de acordo com as autoridades do país, na província de Punjab..



Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.