Marido sai para buscar dinheiro pra pagar motel e abandona mulher com Ricardão em MT

Teste de Espaço de Anúncio



Um casal que a principio reside do município de Lucas do Rio Verde e que estão juntos a 10 anos, veio a Sorriso e  na madrugada deste domingo (04/03), foram  a um motel, acompanhado de um outro homem.
Já pela manha por volta das 10h00,   ao sair do motel, o trio se enrolou na hora de pagar a conta.

As despesas ficaram num total de R$ 480 e  ficou combinado que o outro homem pagaria R$  200 e o casal o restante, R$ 280. Porém no motel não foi aceito o pagamento com o cartão, somente em dinheiro vivo, mas o casal  possuía somente o  cartão.

O outro homem pagou a parte dele,  ficando o restante , R$  280 a ser quitado. O marido se propôs a deixar um celular quebrado como garantia, e disse que se dirigiria ao banco para sacar e que  logo retornaria, porém a administração do motel não aceitou e o casal  acionou a polícia.

Quando os policiais chegaram no local se depararam com uma situação no mínimo inusitada, mas após entenderem a situação  liberaram o marido para ir até o banco sacar o dinheiro e aguardaram por cerca de 1 hora para que ele retornasse. Mas neste período  o homem não retornou. Em seguida uma viatura  passou em frente a algumas  agências bancárias pra ver se visualizava um veículo de cor  prata, mas nenhum veículo com essas caracteristicas foi  localizado.

Os policiais então decidiram  conduzir o “ricardão” e a esposa do homem que ficou  aguardando no motel,  a delegacia, momento em que o “ricardão” se sensibilizou e aceitou fazer pagamento do restante e os dois acabaram sendo sendo liberados.

Segundo a policia, depois das  despesas quitadas o  “ricardão” foi embora com sua moto e a esposa ficou do lado de fora do motel aguardando o marido vim lhe buscar.

Fonte: MT Notícias

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.