Mãe mata filha de 1 ano asfixiada com saco plástico

Teste de Espaço de Anúncio
Google Street View
Uma garotinha de apenas um ano foi morta asfixiada pela própria mãe. Há ainda indícios que a criança foi violentada sexualmente.
O crime ocorreu na madrugada desta segunda-feira, 12, em Engenheiro Cardoso, Itapevi - SP.
A criança chegou a ser socorrida pela sobrinha da autora, que foi avisada que a bebê, sua prima, estava gritando muito. Como ela sabia que a tia possui problemas psicológicos correu até a residência, onde a encontrou no quintal e confessou o crime.
A sobrinha foi procurar a criança e ao entrar no quarto e encontrou a bebê com uma sacola de mercado amarrada na cabeça. A mulher retirou a sacola da cabeça da garota e correu com ela nos braços até a rua pedindo socorro, e com a ajuda de um vizinho socorreu a bebê até o PS Engenheiro Cardoso.
A GCM foi solicitada a comparecer no Pronto-Socorro do Engenheiro Cardoso, quando foi informada pelo médico plantonista que a criança havia chegado ao local morta e com sinais de violência sexual.
Os guardas municipais foram até o local do crime e, ao abordarem a mãe, a mesma confessou que havia matado a filha afirmando que “ela não merecia viver”. A autora do crime foi levada à Delegacia de Itapevi, onde foi autuada por homicídio e segue à disposição da Justiça.

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.