Juína: Secretário desmente denuncia realizada por morador da Linha 04

Teste de Espaço de Anúncio

Nesta quarta-feira(14/03) esteve circulando nas redes sociais facebook e whatassap um vídeo de uma morador denunciando reparo mal feito em uma estrada de saída para a "Linha G" no município.



De acordo com a denuncia gravada em vídeo pelo morador, que não quis se identificar,  a prefeitura teria jogado piçarra para tapar os buracos e com a chuva que atingiu a região nos últimos dias, o reparo acabou se tornando um lamaçal, de tal forma que até o ônibus escolar acabou ficando no local.



Procuramos o secretário de obras, Sr. João Reis, para falar um pouco sobre o reparo realizado. Durante a entrevista o secretário nos informou que o morador acabou se equivocando ao dizer que a prefeitura jogou piçarra na via.



De acordo com João Reis, foi encaminhado maquinário ao local para realizar reparo na sexta-feira (09/03), no entanto, devido a forte chuva nada foi feito, isso quer dizer, o barro no qual o ônibus acabou atolado é proveniente da própria estrada.



Questionado sobre quando o maquinário estaria no trecho trabalhando para viabilizar o transito de veículos, João Reis informou não ter data definida, uma vez que não é possível realizar qualquer trabalho com chuva intensa no local.



Sobre a situação dos pneus do ônibus, João informou não ser da sua alçada o reparo dos veículos escolares. Segundo informações obtidas na secretária de educação, o veículo utilizado já havia sido retirado de circulação para reparos, sendo usado apenas no dia 03 de março para realizar um "socorro" , tanto é que o mesmo já estaria no conserto na data desta quarta-feira (14/03).



Apesar disso o responsável pela frota de veículos da secretária de educação se recusou a gravar entrevista. Ligamos para a secretária de educação Vera Lúcia e a mesma não nos atendeu.



Por: Maurílio Junior / A Folha do Vale

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.