Homem é morto na fazenda da família Maluf por causa de minhocas

Teste de Espaço de Anúncio

Um amigo conseguiu escapar do capataz e se esconder um matagal.
Isaias Galdino de Jesus, 38 anos, foi morto a tiros pelo capataz da Fazenda Maluf, localizada às margens da Rodovia dos Imigrantes, na tarde de terça-feira (6). Conforme a PM, ele e um amigo foram até o local pegar minhocas para vender.

Ao chegar no local, já por volta das 12h, os policiais encontraram a vítima já morta, rodeada por amigos, familiares a testemunha do crime. Um advogado disse ao Repórter MT que a fazenda pertence aos irmãos Maluf – donos de construtoras e buffet em Cuiabá.

O homem que estava com Isaias disse que eles combinaram de ir até a localidade arrancar minhocas para vender. Eles foram parados pelo capataz quando iam embora do local, com dois sacos de minhocas.
O segurança ordenou que eles soltassem as sacolas e a vítima obedeceu, porém, Isaias ignorou a situação e continuou com a sacola.

O capataz, identificado apenas como Quintino, atirou duas vezes e um dos disparos acertou Isaias – que morreu ainda no local.

A testemunha relatou aos policiais que ouviu o capataz conversando ao telefone, no viva-voz, com alguém que o orientou a também matar a testemunha. O homem então correu para um matagal, onde ficou escondido até a chegada da Polícia Militar.

O local do crime foi isolado e analisado pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). O corpo foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exames de necropsia.

O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Catador de minhoca morto na fazenda Maluf
O homem foi morto após ser atingido por um tiro na perna.




Giovane Junior

/ Reporter MT

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.